Cultivando a energia do futuro no viveiro de Vintequilos

postado em 10 de out de 2012 16:46 por CPSM Filhos do Waraná   [ 10 de out de 2012 16:58 atualizado‎(s)‎ ]
O pinhão manso está crescendo........

Confiram as fotos!

Ele pode dar biodiesel, para os motores de luz das comunidades e para os barcos que sobem nossos rios, e também serve para evitar a erosão do solo, e para fazer cercas vivas. Tirar energia da biomassa pode ser feito sem destruir o território e os cultivos, plantando o pinhão (a jatropha) em forma consorciada com outras plantas úteis.
Com o apoio da Lea Nature e a assessoria da Red Internacional de Florestería Análoga, estamos assim plantando uma semente. Aliás, milhares de sementes, para realizações no longo prazo: recuperação da paisagem, um tanto danificada pelo impacto do contato e da sedentarização forçada, e, sobretudo, soberania energética a nível comunitário.
A luz será de verdade para todos quando todos poderão produzir sua própria luz!

Também queremos lembrar, levando a frente esse projeto, e lembraremos cada vez que plantaremos mais um pé de jatropha ao longo dos nossos ríos Andirá e Marau para melhorar nossa qualidade de vida, o quanto a barragem de Belo Monte não serve, e que o mundo seria melhor se, da mesma forma, o rio Xingu fosse preservado, junto com a qualidade de vida dos nossos parentes Kayapó.

Comments