Livre Academia do Wará

O Nag e o Waraná

Um dia,  há alguns anos, o João Melo, servidor  da FUNAI, foi visitar um ancião produtor na aldeia dele. O Melo tinha boa intenção: queria que o homem conseguisse mais renda aumentando a produtividade de seu guaranazal.
Assim, lhe falou o seguinte: "O senhor deveria tirar esses pés de guaraná que já têm quase cem anos, e replantar outros pés novinhos: planta nova teria mais vigor e daria mais fruto!"
O ancião produtor respondeu: "Tu tens razão: ele é velho. Mas eu também sou velho. As vezes eu sento aqui perto dele, de manhã cedo, ou de tardezinha, e olho pra ele. E ele olha pra mim".
"E a gente se faz companhia".





A Livre Academia do Wará,
fundada pelo conselho dos
nãg nia (anciãos), 
membro honorário do CGTSM,
no encontro com a
"Licenciatura Indígena em políticas educacionais e desenvolvimento sustentável da Universidade Federal do Amazonas - ICHL,
Polo Sateré-Mawé"
pretende dar vida a uma

Universidade Indigena Sateré-Mawé.

POR ISSO, DESDE JÁ,
AQUI ESTAMOS CONSTRUINDO,
INTEIRAMENTE DIGITALIZADA,
A MAIOR BIBLIOTECA DO MUNDO
SOBRE
A CULTURA,
A HISTORIA,
A CIÊNCIA
DOS SATERÉ-MAWÉ


O acervo inclui material escrito, gráfico e audio-visual, e vai se compondo de diferentes secções.
Muitos materiais serão com certeza acessiveis só no nosso Portal.
Outros materiais já se encontrarão on line, mas no caso de alguns desses, cuja conservação seja de importança estratégica para consolidar nossa história futura, nos iremos salvaguardar cópia no nosso domínio para garantir uma acessibilidade permanente.


A primeira seção é dedicada ao patrimônio histórico cultural: documentos antigos da história dos Sateré-Mawé e narrações dos velhos, dos nãg nia. Essa secção é organizada de forma a agilizar a individuação dos conteúdos documentários em função de uma reconstrução da história dos Sateré-Mawé e revivificação da nossa cultura.
As fichas dessa secção se identificam com a letra A(n).

A segunda seção consta de uma biblioteca acadêmica das publicações que foram elaboradas autônomamente pelos autores, mas a partir de alguma forma de parceria com o CGTSM ou com entidades indígenas Sateré-Mawé que são ou eram membros constitutivos, integrantes ou auxiliares do Conselho Geral, pretendendo assim os autores colocar ao serviço do projeto integrado de etnodesenvolvimento da Nação Sateré-Mawé o resultado do trabalho deles.
As fichas dessa secção se identificam com a letra B(n).

A terceira seção vai reunindo o que existe de relevante e de alguma forma interessante em termos de estudos sobre o Guaraná (Paullinia Cupana). Os textos e documentos, aqui coletados evidenciando as instituições envolvidas, são ordenados e catalogados enfaticamente em função da especificidade do aporte que podem dar para sustentar o ponto de vista da etnociência do Waraná.
As fichas dessa secção se identificam com a letra C(n).

Na quarta seção será organizado o acesso aos instrumentos bibliográficos e aos produtos da atividade da Turma Sateré-Mawé da Licenciatura em Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável. Curso que começou dia 11 de novembro de 2014. A bibliografia subsidiária se encontra na pasta D

A quinta seção fica reservada à documentação institucional da própria LAW.




A Cultura não é "Patrimônio":
A CULTURA É PODER.