Distribuidores autorizados



no exterior

O Consorcio exporta guaraná e produtos naturais só para importadores que tenham compromisso com o comercio justo e solidário.
Especificamente, só quatro distribuidores receberam e recebem regularmente produtos controlados pelos produtores Sateré-Mawé por meio do seu próprio Consorcio:


Guayapi Tropical
                        foto Jacques Minelli


e
Cooperativa Chico Mendes per un commercio equo e solidale

                               foto ACOPIAMA

Slow Food (Salone del Gusto)



Quando o fornecedor não é um desses nossos distribuidores, qualquer produto seja apresentado como produto dos Sateré-Mawé dentro da sua terra demarcada deverá ser considerado como um produto não oriundo da Terra indígena Andirá-Marau e não produzido por Sateré-Mawé; ou de outra forma falsificado.
Todavia, cabe precisar que os produtores associados no Consórcio aguardam todo direito de vender produtos aos atravessadores, ou nas praças locais (isso acontece às vezes, por exemplo, em caso de urgência monetária ou em função de pagamento de dividas específicas), mas nesse caso o Consorcio declina toda e qualquer responsabilidade pelo que diz respeito ao contrôle de qualidade do produto e à eticidade das transações. Nenhuma certificação administrada pelo Consórcio, nesse caso, poderá ter validade.



no Brasil:

No território nacional não temos nenhum distribuidor autorizado. Lojas e consumidores finais que queiram comprar diretamente de nós nossos produtos com nosso selo, escrevam para esse endereço e-mail: cpsm@nusoken.com


Procurando o Nusoken em Manaus?

Procurando pães de waraná em São Paulo?

http://pontosolidario.org.br/loja/arte-indigena/guarana-satere-mawe-em-bastao-com-ralador-lingua-de-pirarucu/






Quem quiser ser distribuidor de nossos produtos é chamado a negociar conosco não somente um preço justo, mas também uma política de marketing apropriada, zelando para o bom desempenho do conjunto das nossas redes produtivas, assim como para o respeito do valor cultural e religioso da nossa atividade produtiva, colaborando dessa forma com o Consorcio na salvaguarda do "sateré-mawé éco ga'apypiat waraná mimotypoot sése / Santuário ecológico e cultural do Waraná do Povo Sateré-Mawé".

Comments